FUTEBOL, UMA PAIXÃO ARGENTINA

01.07.2018 | Argentina, Buenos Aires, Explorando as Cidades, Viagens Curtas

Quem foi melhor: Pelé ou Maradona?

A eterna rivalidade entre Brasil e Argentina se dá muito pelo futebol. Os dois países são apaixonados por esse esporte e quando as seleções se enfrentam em um campo de futebol é como se fosse uma guerra.

Embora a seleção da Argentina atravesse tempos de crise na Federação e também na parte técnica, não dá pra negar a verdadeira paixão do povo pela sua equipe.  Torcida essa que é representada pelo eterno ídolo Diego Maradona, sempre presente nos jogos da seleção e figura polêmica por onde passa. Uma multidão de argentinos tomou conta das ruas na Rússia para apoiar o país na Copa do Mundo.

Em 2010 tive a sorte de estar em Buenos Aires durante a Copa e assisti a um jogo da seleção Argentina em um bar da cidade, me misturando entre os torcedores hermanos. Foi fantástico! Eles são barulhentos e fanáticos! Muitas vezes são considerados perigosos, como os Barra Bravas, tradicionais torcedores que representam a alma e garra das equipas locais. Estas são responsáveis pelo apoio incondicional à equipe. São famosas por cantarem até quando o time está perdendo e no momento em que sofrem um gol.

O bar mais tradicional para assistir futebol em Buenos Aires é o Locos por El Fútbol, que recentemente renovou sua imagem e proposta para LXF. O restaurante/bar fica no bairro Recoleta e é um local super charmoso, com boas propostas de comida e drinks, todo ambientado com artigos de futebol, tvs gigantes passando somente futebol e uma loja de souvenirs – impossível sair de lá um sem um “regalo”.

Locos por el Fútbol, lugar perfeito para jantar e assistir a um jogo de futebol

Buenos Aires respira futebol. Em todas as bancas de jornal pela rua Florida você encontra camisetas, posters e revistas de Maradona e Messi. River Plate e Boca Juniors são os dois mais tradicionais times de futebol do país. Existem outros times populares como Racing, Estudiantes, Independiente, mas Boca e River representam a força do país.

Assistir a uma partida de futebol na capital argentina é algo que você não vai esquecer jamais. A emoção de um bom jogo de futebol, a paixão dos jogadores, que dão tudo o que podem durante os 90 minutos, e a animação da torcida no estádio são boas razões para não perder uma partida por lá – que é, além de tudo, uma experiência cultural incrível. Mas o verdadeiro show em um jogo de futebol em Buenos Aires é ver como os fãs cantam durante toda a partida, independentemente do resultado, das condições meteorológicas ou do desempenho dos jogadores.

Se você for a Buenos Aires, sinta-se obrigado a ir visitar o bairro La Boca. Por sua localização próxima ao porto, foi habitada por muitos estrangeiros que chegavam por ali para trabalhar. O bairro possui duas grandes atrações: o La Bombonera, nomeado por lembrar o formato de uma caixa de bombons, é o estádio do ilustre time Boca Juniors e é famoso por sua atmosfera e paixão dos torcedores fanáticos. Outro local imperdível no bairro é o Caminito,  uma rua-museu que tem uma característica peculiar: as casas são construídas com tábuas de madeira, placas, telhas de metal e pintados com muitas cores. Esse diferencial se dá pelo fato dos estrangeiros – principalmente espanhóis e italianos – quando construíam suas casas, usavam as tintas que sobravam dos navios do porto para pintá-las. Verdadeiro cartão postal de Buenos Aires!

Dentro do Estádio Alberto J. Armando, ou La Bombonera, você pode visitar o Museo de La Pasión Boquense, onde consta todos feitos do Club Atlético Boca Juniors. O museu funciona todos os dias, das 10h às 18h. Valores: opção 1) somente visita ao museu= 160 pesos argentinos. Opção 2) visita ao museu + visita expressa ao estádio = 180 pesos argentinos. Opção 3) visita ao museu + estádio tour=  205 pesos argentinos.

Os imigrantes italianos eram em grande parte genoveses. Eles criaram em La Boca os dois futuros clubes mais populares do país: não só o Boca Juniors, mas também o River Plate, posteriormente mudando-se para a área mais nobre do bairro Belgrano. A rivalidade originou-se justamente da proximidade entre os dois clubes, só depois se acentuando em razão de o River passar a representar a elite portenha, enquanto o Boca popularizou-se como o clube dos operários.

A herança genovesa encontra-se nas duas equipes: os torcedores do Boca são conhecidos como “xeneizes”, expressão derivada de “zeneize”, que quer dizer “genovês” no dialeto da Ligúria; e o branco e vermelho do River são as cores da bandeira de Gênova.

O outro passeio bacana é visitar o estádio Monumental Antonio Liberti, ou Estádio Monumental de Nuñez, a casa do River Plate, maior estádio da Argentina e um dos 10 maiores da América Latina. Esse local fica mais longe, não tem outra atração famosa por perto e por isso talvez receba menos atenção dos turistas, mas vale a visita.

Do lado do estádio fica o Museo River, uma coleção emocionante e valiosa de memórias sobre a riquíssima história do clube, o maior e mais moderno do mundo em seu tipo. É um espaço “vivo”, interativo e divertido, cheio de estímulos visuais e sonoros, que envolve emocionalmente o público. Museo Riverabre todos os dias, das 10h às 19h. O primeiro estádio tour acontece às 11h até às 17h, saindo de hora em hora. Valores :  opção 1) somente visita ao museu = 160 pesos argentinos. Opção 2) visita ao museu + tour expresso pelo estádio= 180 pesos argentinos. Opção 3) Museu River + o tour guiado pelo estádio = 210 pesos argentinos.

Se você curte futebol ou é fanático como eu, inclua Buenos Aires no seu roteiro. São muitas opções e atrações relacionadas a essa paixão de brasileiros e argentinos.

LEIA MAIS:

BUENOS AIRES: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE VIAJAR

ROTEIRO DE 3 DIAS EM BUENOS AIRES

ONDE COMPRAR EM BUENOS AIRES

FUERZA BRUTA “WAYRA” – BUENOS AIRES, ARGENTINA

Por Diego Oliveira

Deixe um comentário