BUENOS AIRES: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE VISITAR

10.04.2018 | Argentina, Buenos Aires, Destinos, Explorando as Cidades, Viagens Curtas

Hola, qué tal?

Você sabia que Buenos Aires é um dos destinos turísticos mais importantes do mundo e um dos lugares mais visitados pelos brasileiros? Bora conhecer um pouco mais? Abaixo seguem dicas super úteis pra você programar melhor sua visita à terra dos hermanos.

Casa Rosada

Língua oficial: espanhol.

Localização: Buenos Aires é a capital e maior cidade da Argentina. Fica às margens do Rio da Prata (que faz divisa com o Uruguai) na parte leste do país. É também considerada a segunda maior metrópole da América do Sul, depois de São Paulo.

Quantos dias para conhecer: 3 dias são suficientes para conhecer os principais pontos turísticos e todo charme da capital portenha. Se quiser curtir a cidade de dia e à noite, fique um pouco mais, pois atrações não faltarão!

Documentação necessária: apenas a carteira de identidade (RG) com foto atualizada e em bom estado de conservação ou passaporte válido. Outros documentos de identificação não são aceitos para fazer a imigração. Não é necessária nenhuma vacina específica e nem visto. Se você for dirigir por lá, leve sua CNH brasileira.

Como chegar: de avião, através das companhias Latam, Gol, Aerolineas Argentinas e Azul. Existem dois aeroportos em Buenos Aires, o Ezeiza, que recebe a maioria dos voos internacionais e está a 35 km de distância do centro da cidade, o que faz com que o transporte até a capital fique mais caro, porém os voos são mais baratos. Nele tem um ótimo free shop e é melhor deixar para fazer suas compras no retorno ao Brasil. O outro é o Aeroparque que está localizado cerca de 10 a 15 minutos do centro, mas o preço das passagens é mais salgado e não oferece tantas opções de voo. Chegando em qualquer um dos aeroportos, você precisa decidir como chegar ao seu destino final, que pode ser de ônibus, táxi, remis (carro com motorista, muito semelhante ao táxi, com preço fechado pela corrida), táxis de aplicativos (como Easy Taxi ou Cabify) ou ainda transfer (caso tenha contratado no seu pacote desde o Brasil).

Outra opção de chegada em BUE é de carro. Saindo de Porto Alegre são aproximadamente 1.300 km, em torno de 15 hs de viagem. Não esqueça que quem vai dirigir na Argentina precisa de um seguro obrigatório chamado de Carta Verde. Outra opção é ir de ônibus, mas a viagem pode durar até 28 horas para quem sai de SP, por exemplo. Você pode contratar esse serviço através da empresa Flecha Bus.

Quem gosta de combinar roteiros e quer incluir a capital uruguaia na viagem, existe um serviço de barco rápido e confortável que liga Buenos Aires a Montevidéu através do Rio da Prata. Empresas para contratar o serviço: Colonia Express e Buquebus.

Clima: as estações do ano são bem definidas. No inverno é muito frio (temperatura média de 12 ºC, podendo chegar a 0ºC a noite) e no verão é bem quente e úmido (média de 24 a 30ºC). As chuvas são bem distribuídas e moderadas durante o ano todo.

Melhor época para ir: qualquer época é ótima pra conhecer BUE, depende se você prefere frio ou calor. Você vai encontrar temperaturas mais agradáveis no outono e na primavera. Fique ligado na agenda cultural da cidade, pois Buenos Aires está constantemente no circuito das grandes bandas internacionais e oferece muitos eventos interessantes durante todo ano.

Moeda local: peso argentino (ARS). Leve reais e troque nas casas de câmbio pela moeda local. Para brasileiros, no momento, não vale a pena levar dólares. Cartões de crédito não são aceitos em todos locais.

Onde se hospedar: depende muito do seu gosto, perfil e objetivo. Há muitas opções. A área central é prática por estar perto de tudo e de vários pontos turísticos, como a Calle Florida, Casa Rosada e o Obelisco. No Microcentro você encontra muitas opções de hospedagem com preços acessíveis, mas a noite por ali não é agitada. A Recoleta é um bairro nobre e muito charmoso. Perfeito pra conhecer a pé ou de bicicleta. Lá você encontra ótimos restaurantes e lojas de grife. Hoje em dia, existem mais opções de hotéis com preços acessíveis por ali. Palermo é um bairro mais descolado, ótimo para fazer compras, com excelentes restaurantes e vida noturna movimentada. Ele está dividido em Palermo Soho, Palermo Hollywood e Palermo Chico e nessa região tem muitos hotéis boutique, apartamentos, lofts e duplex para hospedagem (que você pode reservar pelo AirBNB). Puerto Madero é uma região mais moderna com hotéis novos. Ideal para quem viaja a trabalho, pois é na região central, porém longe do tumulto. Super charmosa, com renomados restaurantes às margens do puerto. San Telmo é um bairro histórico e mais alternativo, ideal para visitantes mochileiros. Tem várias opções de hospedagem, desde albergues até hotéis 5 estrelas. A desvantagem é que as ruas são um pouco sujas e perigosas à noite. Se você tiver a oportunidade de visitar a capital argentina mais de uma vez, escolha um bairro diferente a cada ida e eleja o seu preferido. O meu é Palermo! 🙂

Puerto Madero

Transporte local: táxi é a melhor maneira de se locomover dentro de Buenos Aires e as corridas são baratas. Caminhada + táxi é a combinação perfeita. Utilize o táxi para trajetos longos e caminhe para conhecer mais intimamente a capital e para ir de um ponto turístico a outro. Fique ligado com os taxistas para não cair em golpes. Consulte o mapa antes e esteja bem seguro do seu destino. Fale espanhol, de preferência, e preste atenção ao caminho, mostrando que você sabe onde está indo. Tenha troco para pagar a corrida e nunca apresente uma nota de 100 pesos para não correr o risco de receber notas falsas de volta. Prefira sempre os rádios táxis oficiais, nas cores preto e amarelo. Não faça corrida sem o taxímetro. Você pode também baixar aplicativos como o Easy Taxi, é seguro e econômico. Existem mais 3 aplicativos úteis que você pode testar: o Google Maps ou Como Llego (para localizar lugares no mapa ou indicar o melhor metrô), o Foursquare (ideal para localizar restaurantes e pontos turísticos, com avaliação de quem já foi) e ainda o Guía Óleo (guia gastronômico de BUE). O metrô (que eles chamam de subte) e o ônibus também são opções, mas nunca testamos e dizem ser um pouco confuso e mal cuidado. Não recomendamos alugar carro, pois o trânsito é caótico.

Segurança: Buenos Aires não é diferente das grandes capitais no quesito segurança e exige certos cuidados. Os turistas geralmente são alvo fácil de pequenos furtos, principalmente pela sua distração e despreocupação.

Dica Volto Segunda

Não leve todo seu dinheiro ou seus documentos originais para os passeios, deixe-os no cofre do hotel ou em local seguro. Leve só a quantia de dinheiro que irá precisar e seus cartões de crédito. Não ande contando dinheiro na rua, com a máquina fotográfica no pescoço ou com celulares dando sopa. Nos restaurantes ou bares, não deixe sua bolsa ou carteira em lugar de fácil acesso. Ande com as mochilas viradas para frente e cuide de seus pertences.

Voltagem: 220 V e as tomadas não seguem um padrão, geralmente são três pinos chatos e dois deles inclinados. Leve adaptador universal de tomadas ou peça emprestado na recepção do hotel.

Fuso horário: Não há fuso, mas existe horário de verão (de outubro até o início de março) com 1 hora a menos de Brasília.

Pronto, agora você já sabe o básico sobre a capital argentina! Nos próximos posts confira o que fazer por lá durante o dia, onde comprar, o que fazer à noite, o que levar na mala, gastronomia, música e inclusive a paixão dos portenhos pelo futebol! Fique ligado y hasta pronto  😉

LEIA MAIS:

ROTEIRO DE 3 DIAS EM BUENOS AIRES

ONDE COMPRAR EM BUENOS AIRES

FUTEBOL, UMA PAIXÃO ARGENTINA

FUERZA BRUTA “WAYRA” – BUENOS AIRES, ARGENTINA

FAZENDO A MALA: O QUE VOCÊ NÃO PODE ESQUECER | PARTE 1

FAZENDO A MALA: O QUE VOCÊ NÃO PODE ESQUECER | PARTE 2

FAZENDO A MALA: O QUE VOCÊ NÃO PODE ESQUECER | PARTE 3

O IMPERDÍVEL DE MONTEVIDÉU, URUGUAI

A GASTRONOMIA DE MONTEVIDÉU – DIVERSIDADE E TRADIÇÃO

URUGUAI, A TERRA DOS VINHOS TANNAT

INFORMAÇÕES BÁSICAS DE MONTEVIDÉU – URUGUAI

FAZENDO A MALA PARA O FRIOZINHO DE MONTEVIDÉU

ONDE FICAR EM MONTEVIDÉU – URUGUAI

O QUE CONHECER EM MONTEVIDÉU – URUGUAI

COMPRAS EM MONTEVIDÉU

“LA MOVIDA” DE MONTEVIDÉU – URUGUAI

URUGUAI, O PAÍS DO ROCK, DA CUMBIA E DA MURGA

Por Gabriela Maldaner

Deixe um comentário