O QUE FAZER À NOITE EM BUENOS AIRES

01.08.2018 | Argentina, Buenos Aires, Destinos, Explorando as Cidades, Viagens Curtas, Vida Noturna

A expressão “a cidade que nunca dorme”, também pode ser aplicada a capital portenha. Lembro bem, como fiquei impressionada com o vai e vem de pessoas e o agito da noite a primeira vez que fomos pra lá… e faz tempo hein gente?! E desde então, o fervo só aumenta.

É preciso bastante fôlego para curtir tudo que Buenos Aires oferece de dia e à noite. E, falando nisso, você já leu nossa sugestão de roteiro de 3 dias pra conhecer as principais atrações da cidade? Uma mão na roda para otimizar o seu tempo.

A vida noturna começa pelas 21h, horário de sair pra jantar, pelas 23h os pubs começam a encher e pelas 2h da madrugada, você já pode chegar na balada, que vai até umas 7h da manhã (isso mesmo, os argentinos são bem animados!). E tem diversão para todos os gostos: restaurantes, resto bares, pubs, baladas fortes, shows de tango e programas culturais diversos como teatro, cinema…

Outra questão a considerar é que as baladas “da moda” mudam com frequência e são tantas as opções de bares e boliches (como eles chamam as boates), que todas as vezes que estive em Buenos Aires fui a lugares diferentes. Por essa razão, vou indicar prioritariamente os bairros / regiões mais descolados e tenho certeza que uma vez estando por lá, descobrirá rapidinho qual é a boa.

Quanto aos shows de tango, do mesmo modo, são tantos que ficamos meio perdidos pra escolher. Mas não se preocupe, vou te “dar uma luz” abaixo. Ah, também vou contar sobre um espetáculo maravilhoso e inusitado que vi!

Então, vamos de fiesta!?

LAS CAÑITAS

Esse é um sub-bairro muito bem frequentado de Palermo e especialmente na Calle Báez, rua mais movimentada, você encontrará vários restaurantes cheios de estilo e conceito, bares e pubs.

Desde 2000, essa zona meio oculta entre a Avenida Luis María Campos e a Avenida Del Libertador é um sucesso. À noite a rua vira uma passarela, cheia de gente descolada em busca de boa gastronomia (são em torno de 50 estabelecimentos), tragos, paquera e muita diversão. Durante o dia, também é uma ótima opção para almoçar.

Las Cañitas é normalmente nosso “bat local” para iniciar a noite. Você poderá escolher dentre tantas alternativas super legais que existem. Na nossa última ida, escolhemos uma pizzaria ótima (mas infelizmente não lembro o nome), com ambiente mais tranquilo, onde comemos uma deliciosa marguerita acompanhada de uma Quilmes (cerveja mais popular na Argentina).

E, em outro dia, fomos no La Fabrica del Taco, lugar descontraído, animado, com decoração mexicana e ricos tacos. Mas pelo que pesquisei essa unidade fechou, então se for fã de comida mexicana como eu, ainda pode conhecer La Fabrica del Taco nos bairros Palermo e San Telmo.

Nesse link você encontra a lista de restaurantes de Las Cañitas atualizada.

Também já curtimos alguns pubs muito animados nessa rua. Os destaques são: Van Koning Bar Dutch (holandês especializado em cervejas de todo o mundo), Jackie O (conhecido também pelos deliciosos hambúrgueres), Mona Restobar (além de servir comidinhas e drinks, sempre tem um DJ animado por lá) e a Cervejaria Antares (famosa cervejaria artesanal argentina), você encontrará outras da rede espalhadas pela Capital e pelo País.

De Las Cañitas você já sairá “no brilho” e pronto para mover las caderas em algum boliche animado da noite portenha. Bora lá?

BAIRRO PALERMO

Quando estiver em Buenos Aires, você ouvirá falar muito de Palermo, simplesmente porque é o maior bairro, por isso dividido em sub-bairros, e um dos mais legais e versáteis, na minha opinião, recheado de atrações de dia e à noite. A maior concentração de baladas mais descoladas e bombadas da capital, estão distribuídas em Palermo Soho, Palermo Hollywood e Palermo Viejo.

Em Palermo Soho você pode ir para as Plazas (praças) Serrano e Armenia e em Palermo Hollywood para as Calles (ruas) Gorriti e Fitz Roy, onde encontrará uma concentração de bares e boates bacanas para bailar. Já fizemos muita festa por lá em diferentes lugares.

Na última vez fomos dançar (muuuito) no Kika Club, um dos principais boliches de BUE (abreviatura de Buenos Aires). São duas pistas de dança com músicas variadas, mas predomina sempre o pop e o reggaeton. Abre de terça a sábado a partir da 1 da manhã e mesmo sendo em Palermo Soho não é um lugar caro. Não pagamos a entrada naquela noite, só as bebidas. Mas é importante verificar no site antes de ir.

Na mesma rua você encontra o Rosebar, outra festa forte da capital. E apesar do lugar ser grande, a entrada costuma ser seletiva. Ambiente moderno, gente bonita mais arrumada e música variada indo desde a eletrônica ao reggaeton. Às quintas a partir das 19h tem happy hour, e sextas e sábados abre a partir da meia noite.

Gente, são muitas opções! Palermo, especialmente de quinta a sábado não tem erro! É sempre bom demais!

OUTRAS OPÇÕES E LUGARES

Tem três barzinhos que são imperdíveis e bastante famosos em Buenos Aires, vale conferir:

Frank’s Bar em Palermo Soho – no estilo speakeasy (bares escondidinhos inspirados nos anos 20 quando existia a lei seca nos EUA), para entrar você passa por uma cabine telefônica e informa uma senha (dicas no site do bar). Além de estar super na moda, os drinks são muito elogiados.

Florería Atlántico na Recoleta – outro bar “secreto”, bem estiloso e diferente localizado no subsolo de uma loja de flores. Já foi considerado um dos melhores do mundo, pelo nível dos seus coquetéis.

Bar 878 na Villa Crespo (pertinho de Palermo Soho) – quando chegar verá uma porta e terá que tocar a campainha para ser atendido. O ambiente é amplo e normalmente está cheio. Outro famosão pelos drinks, whiskies e coquetéis.

A região de PUERTO MADERO, não é exatamente uma zona boêmia, você pode visita-la a qualquer hora do dia. Mas a grande oferta de restaurantes e bares também a torna atrativa para uma saidinha noturna. Além disso, por ser uma zona portuária totalmente revitalizada, caminhar pelo calçadão a noite é um passeio bacana, com belo visual. Alguns restaurantes fazem o estilo “resto balada”, como o Asia de Cuba por exemplo, que após a 1 da manhã (de quinta a sábado) “vira” uma pista de dança com DJ. Já fizemos uma balada incrível lá e outra bem mais ou menos. O ambiente é sofisticado e frequentado por turistas, basicamente.

Calma, se você curte rock, baladas mais alternativas e manifestações culturais diversas também temos (rsrsrs). Seu lugar é o bairro SAN TELMO! Ambiente relaxado e informal. Na região da Praça Dorrego está a maior concentração de restaurantes e bares com apresentações de tango, tem também música latina e muito rock nacional.

Alguns dos bares mais destacados por lá são: Café del Árbol, com uma proposta de música ao vivo todas as noites e o Bar Seddon, por sua arquitetura pitoresca e antiga.

Ah, Buenos Aires também tem um circuito de shows muito interessante e diversificado. Já fomos algumas vezes a capital Argentina, especialmente com esse objetivo. Vale conferir sempre a programação de shows antes de ir.

SHOWS DE TANGO

Uma vez em Buenos Aires, assistir a um show de tango é programação (quase) obrigatória. Eu recomendo, sim ou sim! Esse ritmo/dança forte, melancólico e sensual com letras apaixonadas, faz parte da cultura e da alma portenha e é considerado Patrimônio Mundial (imaterial) pela Unesco. Quem nunca ouviu falar em Carlos Gardel ou se pegou cantarolando “por una cabeza…”? Ainda mais depois de assistir o charmoso Al Pacino dançando no filme “Perfume de Mulher”. Um arraso!

Bom, você encontrará uma grande oferta de espetáculos, que vão desde os mais elaborados “para turista” com muita performance, lindos trajes, jantar e bebidas. E outros mais intimistas, “de raiz”.

Uma vez que estive em Buenos Aires com a família, fomos ao Señor Tango, uma das casas mais famosas da cidade. Um mega show estilo Broadway, super produzido, com mais de 40 artistas no palco. Lembro que foi sensacional, emocionante, fiquei vidrada! Há a opção de comprar somente o espetáculo ou o espetáculo com jantar e bebidas, como funciona a maioria das casas grandes de shows de tango da capital. Lembro que compramos o pacote completo, mas para ser sincera, fiquei tão encantada com a performance dos artistas que não lembro muito da comida. Valeu a pena!

Já na minha última visita a BUE optei por assistir a um espetáculo bem intimista e despretensioso no popular Café Tortoni. O café mais tradicional da cidade, onde os principais cantores de tango e artistas de outras áreas se reuniam para um bate papo.

O nome do show é “Sensações do Tango” e ocorre de segundas à sextas na Sala La Bodega às 20h e às 22h. Sábado e domingo há outros shows, consulte a programação no site.

Nós compramos o ingresso no dia, no próprio Café Tortoni, quando fomos tomar um lanche à tarde. Sem grandes produções, você viaja pela história do tango e se deixa levar por artistas talentosos, que cantam e bailam com uma emoção envolvente! Simplesmente amei!

Se é sua primeira vez na cidade, indicaria que assistisse os dois tipos de espetáculo, porque são muito diferentes.

Uma curiosidade, ao lado do Café Tortoni está a Academia Nacional del Tango. Demos apenas uma espiada, mas se você estiver com mais tempo, que tal arriscar uns pasitos por lá?

Se não quiser investir muito no tango, opte pelo Centro Cultural Borges onde há shows sextas e sábados às 20h ou ainda vá para as milongas, onde os locais frequentam para dançar, como La Viruta ou La Catedral. Em várias milongas é possível fazer aulas de tango. Como não me aventurei por essas bandas, se for me conte depois…

Ainda no mesmo estilo do Señor Tango, se desejar comparar preços ou escolher algo mais próximo de onde está hospedado, sugiro que verifique as seguintes opções:

El Querandí, em San Telmo, no casco histórico de BUE.

Tango Porteño, próximo ao Obelisco, no coração da cidade.

Piazzolla Tango, na Calle Florida, intimista em um lindo teatro.

Madero Tango em Puerto Madero, tem uma vista incrível.

Importante ressaltar que, em muitos casos, a gastronomia não é o forte dessas casas de shows!

FUERZA BRUTA

Esse espetáculo muito louco e interativo nasceu em Buenos Aires e é sucesso de público desde 2005. Já rodou o mundo e na capital argentina, você o encontra no Centro Cultural da Recoleta. Foi uma das coisas mais marcantes e surpreendentes que já assisti e participei na vida. Foi tão incrível, que mereceu um post exclusivo. Confira aqui.

Acho importante explicar que atualmente o espetáculo tem três equipes, uma fixa em Nova Iorque e outras duas que saem em turnê, ou seja, não estão sempre em Buenos Aires. Mas é só ficar ligado na página oficial e nas redes sociais. Espero que dê sorte quando for!

E aí, empolgados pra desbravar a noite de BUE? No final da sua programação noturna, não pode faltar a passadinha numa das tradicionais cafeterias da Avenida Corrientes, onde os estabelecimentos ficam abertos toda a madrugada. “Una media luna calentita y un café, por favor” para repor as energias e fechar a noite no melhor estilo portenho. Ahhhhhh, “mi Buenos Aires querido”!

Beijos e até a próxima! 😉

LEIA MAIS:

BUENOS AIRES: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE VIAJAR

ROTEIRO DE 3 DIAS EM BUENOS AIRES

ONDE COMPRAR EM BUENOS AIRES

FUTEBOL, UMA PAIXÃO ARGENTINA

FUERZA BRUTA “WAYRA” – BUENOS AIRES, ARGENTINA

Por Aline Maldaner

Deixe um comentário

Comentários indisponíveis.