O VOLTO SEGUNDA APOIA O GLOBAL WELLNESS DAY!

08.06.2016 | Bem-estar, Dicas

Quando estamos nos preparando para uma viagem cuidamos de todos os detalhes: pesquisas, roteiro, passagens, hospedagem, transfer, ingressos para parques e espetáculos, entre outros. Ficamos ansiosos contando os dias. E quando o momento chega, preparamos as malas e partimos rumo ao tão sonhado destino!

Esse processo todo é muito envolvente e nos enche de expectativas maravilhosas. Sou suspeita para falar, porque pra mim, viajar é uma das melhoras coisas da vida! 😀

Mas aqui quero te convidar a pensar em algo extremamente importante e que muitas vezes acabamos negligenciando e deixando em segundo plano por diversas razões ou desculpas… Como você cuida da sua saúde e, portanto, se prepara física e mentalmente pra curtir melhor suas viagens? Como estamos tratando nosso planeta para continuar encontrando aqueles lugares de tirar o fôlego, que trazemos na memória e fotografias, e que tanto queremos que nossos filhos e netos conheçam?

O Volto Segunda recebeu um convite que nos deixou honrados. Fomos o blog de viagem escolhido pela equipe do Global Wellness Day Brasil para apoiar esse importante movimento mundial e, despretensiosamente, plantar uma semente de transformação para que as pessoas vivam melhor.

O Global Wellness Day (Dia Mundial do Bem-Estar) é um movimento social, sem fins lucrativos, lançado na Turquia em 2012, por Belgin Aksoy. É celebrado no segundo sábado de junho de cada ano, em 83 países de 7 continentes. As embaixadoras no Brasil são a Dra. Mariela Silveira e Rochele Silveira, sócias-diretoras do Kurotel Centro Médico de Longevidade e Spa.

O movimento visa alertar as pessoas para uma vida mais saudável modificando pequenos hábitos diários, através do MANIFESTO DE 7 PASSOS:

GWD - 7 passas

A galera do Volto Segunda está sempre em movimento:

IMG_4626

Eu moro em Canela, na Serra Gaúcha. Como não aproveitar essas ruas de cinema pra corridas e caminhadas?!

A Angélica e a Gabi treinam e dançam Zumba, com as profes Débora Grings e Greice Nascimento, na i9 Academia em Novo Hamburgo.

IMG_4706

IMG_4517

A blogger Elisa corre com o grupo Santa Corrida da nossa grande amiga e fera no asfalto, Daniela Santarosa, proprietária da Santa Academia em Porto Alegre.

IMG_4512

O Diego é tão apaixonado por tênis, que o nome do primeiro filho é Rafael, em homenagem ao grande Rafael Nadal.

Bom, agora vamos trazer esses 7 PASSOS para o nosso mundo! O mundo de quem ama viajar e quer aproveitar ao máximo cada destino até ficar bem velhinho:

1 – Caminhe 1 hora

O manifesto fala em caminhar, porque essa prática é acessível a quase todos. Porém engloba qualquer atividade física. Significa dar “adeus” a uma das principais doenças da atualidade: o sedentarismo.

Gente, e o que mais fazemos numa viagem? CAMINHAR, CAMINHAR E CAMINHAR!

Você já enfrentou a famosa maratona dos parques da Disney? Parque manhã, tarde e noite e saindo dali algumas paradas pra compras e jantar, durante 7 dias consecutivos. Já se viu pulando de algum barco para um mergulho em alto mar e, depois que está na água, dar-se conta que a atividade demandava um fôlego digno de um atleta da natação? Pois é…

Se você já faz uma atividade física regularmente, parabéns! Sem dúvida terá fôlego e disposição para explorar o seu destino e não sentirá dores musculares e nas costas (ou muito menos que alguém despreparado) ao fim do dia. Além disso, ao se exercitar nosso cérebro produz endorfinas, fazendo que se sinta mais feliz e motivado, porque viajar com alguém mal humorado, ninguém merece. Ah, sem falar na autoestima na hora de colocar as pernocas de fora ou a roupa de banho!

Outra questão que incentivamos é sempre levar um tênis confortável na mala! Em viagens de negócios, por exemplo, ao fim de uma jornada estressante é bacana dar uma corrida ou caminhada num belo parque da cidade, num calçadão a beira mar, ou mesmo na academia do hotel. Você se sentirá cheio de energia para os negócios no dia seguinte. Se a viagem é de lazer, vá “bater perna” ou alugue uma bike pra conhecer a cidade, não tenho dúvidas que verá tudo com outros olhos!

Você está sedentário? Então assim que acabar de ler esse post, vá a luta! É super importante que descubra a atividade física que te faz feliz. Vale qualquer uma, o importante é se movimentar e a praticar regularmente. E claro, vá planejando sua próxima viagem!

2 – Beba mais água

SEMPRE, água é vida! E água não é refrigerante, cerveja, vinho… 😀 Dá uma espiada no quadro abaixo, fornecido gentilmente pela equipe técnica do Kurotel, que explica direitinho os milagres que a água faz pelo nosso corpo:

Se você já tem esse hábito no seu dia a dia, ótimo, leve em sua bagagem! Se não, comece agora, é muito simples! Saiba que pessoas que bebem menos água, são mais propensas a sofrer exaustão, deficiência de atenção e memória.

Quando estamos viajando temos a tendência de nos desligar e muitas vezes esquecemos de tomar água na quantidade necessária e especialmente em lugares muito quentes, o risco de nos desidratarmos é grande. Todos sabem as consequências de um quadro de desidratação que pode variar de leve a grave, não é? Além de não ser nada agradável, ainda mais quando estamos num país diferente, pode ser perigoso e demanda um tempo de recuperação = tempo de diversão perdido! A sede exagerada e a boca e pele secas, são os primeiros sintomas desse processo, portanto fique atento!

E se você viajar com seus filhos ou crianças, cuide da hidratação deles!

3 – Não use garrafas plásticas

Garrafas plásticas (e copos) são feitas a partir de resíduos de petróleo e podem causar danos incalculáveis para nossa saúde e para o meio ambiente.

Agora você deve estar pensando, como vou beber mais água em uma viagem e evitar as garrafas plásticas?

Você pode levar o seu “squezze” de inox/alumínio preferencialmente, ou mesmo de plástico, e reabastecê-lo sempre que encontrar uma “fonte” de água potável. É importante informar-se sobre a qualidade da água na cidade que você está visitando. No Canadá, por exemplo, uma amiga que fez intercâmbio, contou que todos saem de casa com sua garrafinha e como a qualidade da água é muito boa, reabastecem em qualquer local. Nesse país as crianças recebem uma bela educação voltada a preservação do meio ambiente e, de uma forma geral, o “consumismo” está fora de moda por lá. Pelo interior da Itália seu “squezze” também será bastante útil, há fontes de água potável disponíveis em várias cidades.

Outra possibilidade é comprar um galão grande de água e abastecer as garrafinhas antes de sair do hotel. Você também economiza, pois nos países em que compramos água em euros ou dólar sai caro para nós. Em alguns casos, é possível optar por bebidas em garrafas de vidro retornáveis.

Então se você gostou da ideia, água em garrafinhas de plástico somente em último caso… Ah, informe-se se o hotel onde está hospedado separa o lixo para reciclagem, a grande maioria hoje em dia sim, e deixe os galões e garrafinhas para eles direcionarem corretamente.

Faça a sua parte! As próximas gerações agradecem!

4 – Coma orgânico, de fonte produzida localmente

Procure comer alimentos produzidos através de métodos naturais, sem o uso de substâncias químicas que podem colocar em risco sua saúde e o meio ambiente. Além disso, alimentos orgânicos são mais nutritivos e saborosos e você ajuda os pequenos agricultores locais.

Não quero ser a chata e cortar o seu barato de experimentar as delícias que você encontra nas suas viagens! Mas quero te convidar a experimentar algo que sempre fazemos e adoramos. Afinal, temos uma Chef de Cozinha na equipe do blog, a Maria Fernanda Tartoni, que desde sempre nos leva a conhecer diversas possibilidades na área gastronômica.

Atualmente há uma tendência mundial para a alimentação saudável. A Fernanda esteve em Chicago na “National Restaurant Association” (NRA Show 2016) e trouxe boas notícias. Há um forte incentivo na área de restaurantes a escolher fornecedores/produtores locais, o que além de fortalecer a economia, diminui a cadeia logística então os alimentos são servidos mais frescos. Também falam em reduzir os produtos industrializados, usar menos sal e gordura e mais grãos.

Em todos os lugares que visitamos, procuramos conhecer também restaurantes de comida saudável, onde fazemos algumas refeições e passamos para pegar uma salada de frutas, tomar um suco, enfim, fazer boas escolhas. Inclusive nossa Chef sempre escreve sobre a gastronomia local aqui no blog e gosta de trazer diversidade.

Visitar os mercados públicos, também faz parte do nosso roteiro. Além de normalmente serem incríveis, com uma bela arquitetura, falam muito a respeito dos hábitos do povo. É possível encontrar uma diversidade enorme de produtos, dentre eles alimentos orgânicos. Mais recentemente, as feiras orgânicas também entraram na nossa programação, pois além de incentivar essa prática para os nossos leitores, gostamos muito de conversar com os produtores locais e aprender com eles, logicamente.

Visite também a feira orgânica da sua cidade, assim você pode fazer o caminho inverso, contar para as pessoas que o visitam sobre ela e leva-los a conhecer!

E sim, nós também nos rendemos as tentações da gastronomia local! 😉

IMG_4640

EU DIGO SIM, para a feira ecológica “Orgânicos Três Figueiras”, na praça La Hire Guerra em Porto Alegre. Você já conhece?

IMG_4620

EU DIGO SIM, para ter uma hortinha orgânica no quintal de casa! Linda, né?!

5 – Faça uma boa ação

Você já pensou em fazer algo que pode tornar o mundo melhor? Ajudar pessoas, projetos sociais e ambientais, mudará também a sua vida!

Nós do Volto Segunda, aderimos a essa prática em nossas cidades e realmente acreditamos em fazer o bem. Por esta razão, quando estávamos pensando no projeto do blog incluímos esse tema. Nossa sugestão se você gosta de se engajar dessa forma, claro, é pesquisar projetos sociais e ambientais no destino que visitará antes de embarcar e fazer contato. Chegando lá, você pode apenas conhecer e divulgar ou também pode ajudar colocando a mão na massa e, quem sabe, dar continuidade a distância em alguns casos.

Conheça alguns projetos muito bacanas de dois destinos que visitamos:

PROJETOS SOCIAIS – COLÔMBIA

PROJETOS SOCIAIS DA COSTA RICA

Hoje em dia, felizmente, está em crescimento o “Turismo Social”, o que permite que você conheça o mundo fazendo trabalho voluntário. Há projetos que atuam em orfanatos, santuários de animais e aldeias rurais. A Tailândia, África do Sul, Peru, Índia e Moçambique são alguns dos destinos mais frequentes.

Que tal você fazer uma viagem diferente ou levar seus filhos, especialmente os adolescentes, numa jornada dessas? É certo que todos voltarão transformados.

IMG_4518

A Daniela Santarosa apoia o Global Wellness Day, aliás todos os dias de sua vida na Santa Academia e no grupo Santa Corrida, motivando as pessoas a se mexerem!

6 – Jante com a família

Aproveite a hora das refeições para curtir o momento em família, se possível sem telefones e televisão. A ideia é passar um tempo de qualidade com as pessoas que você ama no seu dia a dia.

As férias e viagens em família ou com os amigos, são oportunidades incríveis e especiais para a prática da convivência de qualidade. É quando conseguimos passar mais tempo juntos, conversar, trocar experiências e viver aventuras. Então desacelere e esteja presente, esqueça um pouco o celular, o tempo e curta as pessoas!

Para unir a família as viagens curtas de final de semana e passeios programados também são uma excelente opção. Saia da rotina e leve sua família para conhecer uma cidade vizinha por exemplo, um parque, um jardim botânico ou vá para a praia, serra, campo. Enfim, existem tantos lugares legais por perto, basta alguém organizar e puxar a frente. Esse alguém pode ser você!

Abaixo ideias de destinos divertidos para visitar com as crianças:

10 DESTINOS DIVERTIDOS PARA IR COM CRIANÇAS

7 – Durma as 22 horas

Sabemos que durante o sono o corpo regula todas as nossas funções, descansa e se regenera. Há estudos atuais que comprovam, que cada organismo precisa de um número diferente de horas de sono e que é necessário um equilíbrio nessa equação, dormir demais também pode ser prejudicial.

Eu não preciso de 8 horas de sono para estar bem, 6 horas bem dormidas são suficientes. E quando viajo então, a adrenalina fica a mil e quero aproveitar todos os momentos então durmo pouco e fico ótima. Mas nem todas as pessoas sentem-se assim.

Aqui quero chamar a atenção para o “Jet Lag”, baseada nas informações da Dra. Mariela Silveira, médica nutróloga e embaixadora do Global Wellness Day no Brasil.

Você sabe do que se trata? Em longas viagens de avião, nosso corpo é submetido a situações de grande estresse. Além disso, se há mudança de fuso horário a bagunça no organismo é ainda maior, assim acontece o efeito “Jet Lag”, no qual nossas funções biológicas ficam desajustadas em relação ao horário local.

Os sintomas podem ser: alteração do sono à fadiga, dificuldade de concentração, redução de memória e da capacidade de dar respostas a estímulos, dores de cabeça e, eventualmente, alteração da pressão arterial e da secreção da insulina e do controle do açúcar. Geralmente duram cerca de 24 horas, mas podem se estender até 72 ou mais.

Se você já se sentiu assim em suas viagens, saiba o que pode fazer antes para prevenir o problema, durante o voo para amenizar os efeitos no corpo e após chegar ao seu destino para minimizar os sintomas, acessando o link abaixo:

Como amenizar os efeitos do Jet Lag e outros problemas relacionados a longas viagens.

E para ajudar a reduzir a ansiedade e o estresse, leia também 10 DICAS PARA UM VOO MAIS TRANQUILO.

Espero que tenha gostado das ideias e principalmente que coloque em prática esses 7 passos, realmente acessíveis, no seu dia a dia e em suas viagens! Lembre-se que quando nós mudamos, transformamos o mundo ao nosso redor, especialmente através de bons exemplos! Seja você o responsável! 😉

Um grande abraço saudável,

Aline

Quer saber mais sobre o GWD? Acesse:

https://www.youtube.com/watch?v=CFEFli44Suo

www.globalwellnessday.org

Facebook / Global Wellness Day Brasil

Instagram / @globalwellnessdaybrasil

Por Aline Maldaner

Deixe um comentário