Paris: a eterna Cidade Luz, por Fernando Stuermer

10.06.2016 | Convidados, Explorando as Cidades, França, Paris
1

Foto por Christian Perona

Eu, Fernando, sempre digo que melhor do que o local que se está, é a companhia que se tem. Desta vez ao invés de viajar com meus amigos, fui com minha noiva, Natália, para Paris. Achamos a cidade apaixonante, com muitos museus, praças, jardins, pubs, restaurantes, cafeterias e pâtisseries para se explorar e que te deixarão com aquele ar de “voltaremos em breve para cá”. É uma cidade grande, não interessa quanto tempo fique, tenha paciência para curtir, não se apresse, caminhe e aprecie.

DCIM101GOPROG0713006.

Passeio de bike pela ponte Alexandre III

5

16ème, um dos bairros mais chiques de Paris

6

Mesmo com um calor de 40 graus, Paris nos mostrou porque é fascinante. Ao longo do nosso passeio, paramos um pouco para descansar e observar ao nosso redor, sempre acompanhados de um Panaché refrescante (cerveja com soda limonada) ou um Bière Pression (similar ao nosso chopp). São pequenos detalhes, mas que fazem toda diferença e tornam estes momentos especiais.

Ficamos hospedados no Hôtel L’Echiquier Opéra Paris MGallery Collection by Sofitel, que se encontra a uma quadra da Av. Bonne Nouvelle e perto da estação de trem Gare Du Nord. Recomendamos, pois é muito bem localizado, tanto pelas estações de trem (que cruzam a cidade e oferecem saída para outros países europeus), quanto pelos restaurantes, pubs e mercados nos arredores. A dica é não tomar o café da manhã no hotel, aproveite o costume dos franceses e prove o tradicional baguete.

Visite o Museu do Louvre, o Jardim de Luxemburgo, o Palácio de Versalhes, a Igreja de Sacre Coeur e sua linda vista da cidade. Alugue uma bicicleta e explore os bairros de Paris. Suba no topo da Torre Eiffel e veja como foi projetada a Cidade Luz. Conheça a Catedral de Notre Dame, caminhe pela Champs Élysées e explore a Galeria Lafayette, descobrindo um pouco mais sobre a gastronomia, que é fantástica (sem esquecer de provar os deliciosos macarons ou pain au chocolate – uma espécie de brioche de chocolate). Por mais simples que pareça, aprecie o pôr do sol à beira do Rio Sena com a pessoa amada, tomando um bom vinho, acompanhado de algum antepasto. Nós optamos pelo mais prático, como batata Pringles, alguns petiscos e um delicioso vinho rosé. Recomendamos também almoçar em uma rua perto do Castelo de Versalhes, localizado logo depois do estacionamento. Em qualquer horário em que você caminhe, sempre terão lugares para desfrutar e lindos visuais para se contemplar.

9

Catedral de Notre Dame

15

O incrível Jardim de Luxemburgo

16

Os gramados de Luxemburgo

DCIM102GOPROGOPR3830.

Apreciando um bom vinho, às margens do Rio Sena

Recomendamos Paris porque é chique. Boêmia. Histórica. Moderna. Charmosa. Artística. Heroica. Intelectual. Revolucionária. Divertida. Nobre. Pitoresca. Sensual. Clássica. Linda. Deliciosa. Única. Porque podemos sair com a câmera pendurada no pescoço sem ter medo de ser assaltado. Porque os pubs não enganam ninguém, pois eles foram feitos para olhar para a rua e ver o movimento dos carros e das pessoas. Porque eu posso fazer um piquenique sem me passar por farofeiro 🙂 , porque posso alugar uma boa bicicleta, porque a arquitetura é fantástica, porque as pessoas usam a cordialidade naturalmente e por final, porque está ao lado de diversas cidades europeias.

IMG_7379-20

Arco do Triunfo

IMG_7373-17

Vista do topo do Arco do Triunfo

IMG_8077-22

Bela vista de como a Cidade Luz foi projetada

IMG_7405-27

A imponente Torre Eiffel

IMPERDÍVEL

  • Sentar à beira do Rio Sena e curtir a paisagem entre as ilhas Île de la Cité e Île Saint-Louis;
  • Passear de bicicleta pelos bairros de Paris;
  • Caminhar pelas ruas e deitar no gramado do Jardim de Luxemburgo. Além de revigorante, é gratuito;
  • Visitar uma das inúmeras igrejas e escutar um Concerto de Vozes.

DICAS

  • Comprar o ticket do Louvre antecipado na loja física da FNAC, pois com este ingresso você não precisará ficar horas na fila;
  • Fazer as refeições sob o céu aberto;
  • Não se apressar, se faltar algum passeio importante, você provavelmente voltará pra essa cidade incrível;
  • Degustar alguns macarons na Pâtisserie Ladurée;
  • Fazer um passeio de barco e ver a cidade de um outro ângulo.

Essa viagem foi demais, pois estávamos em um lugar sensacional, repleto de pessoas cordiais, educadas e bem vestidas. Ainda aproveitamos para fazer um book de fotos com a paisagem que só Paris oferece. Uma bela recordação desse lugar inesquecível!

DCIM101GOPROG0652801.

IMG_8572-91

IMG_8634-95

IMG_8107-28

Fernando Stuermer e Natália Laybauer, 37 e 30 anos, foram picados pelo vírus da viagem, não importa a distância, sabem que nesta vida não verão tudo, mas sabem que sobrará pouco para se ver. Gostam de uma boa comida, de bons momentos, trocas de carinhos, risadas e aventuras.

Fotografia: Fernando Stuermer

Por Gabriela Maldaner

Deixe um comentário