Vans Warped Tour: Celebração do punk rock no verão americano

04.09.2016 | Festivais, Música Pelo Mundo

the Warped Tour at Darien Lake on on Wednesday, July 15, 2015. (Harry Scull Jr / Buffalo News)

O festival patrocinado pela Vans (marca de tênis, roupas e acessórios) está na estrada desde 1995 em todos os verões, passando por várias cidades dos Estados Unidos. É o maior evento itinerante de música do mundo, e virou um rito de passagem para milhares de adolescentes que acompanham bandas do cenário underground.

Para cumprir com o objetivo de levar várias bandas para todos os cantos do país a um custo relativamente baixo aos fãs, a Warped Tour é uma aula de logística e organização. São mais de 100 bandas que viajam com o festival para cumprir a agenda de 41 apresentações em 50 dias, entre os meses de junho e agosto.

Cada banda tem seu motorhome, carretas de caminhão carregam a estrutura dos nove palcos e até as cercas que delimitam a área do evento caem na estrada com os músicos e funcionários. Dessa forma, o festival rapidamente se instala em parques, campos e estacionamentos de anfiteatros e estádios das principais cidades dos Estados Unidos.

Depois de muitos shows durante o dia, tudo é devidamente desmontado, colocado nos caminhões e seguem para a próxima cidade, para repetir tudo já no dia seguinte.

Os dois palcos principais do festival

Os dois palcos principais do festival

Eu cresci ouvindo punk rock e sempre sonhei em assistir ao festival. Para minha sorte, tive a oportunidade de ir à três edições e vou contar um pouco da minha experiência.

Acompanhei edições em New York, Camden, New Jersey e a última que fui foi em Miami, Florida. O local do evento foi o Bicentennial Park, no porto da cidade. O parque é gigantesco e muito bonito, com os vários palcos muito bem posicionados.

Depois de uma fila de quase uma hora para ter acesso ao evento, entrei perto do meio dia e a primeira banda já se apresentava. Com um calor de quase 45 graus à 1h da tarde, o que todos presenciaram foi a formação de um tufão vindo em direção do parque. O vento forte invadiu o local, levando ao chão algumas tendas de merchandise e comida. Gritaria e todos correndo em direção a um abrigo. O vento foi forte mas passageiro e o que veio após foi uma forte chuva. Até aí tudo bem, porém o meu receio era de que o resto da turnê fosse cancelada, como aconteceu em datas anteriores. Mas tudo transcorreu bem, os palcos principais não pararam e os paralelos tiveram pequenos atrasos em função das menores condições oferecidas.

Pra começar a falar da estrutura, é um verdadeiro evento americano. Muitos banheiros químicos espalhados pelo local, várias opções de tendas de comida, bastante postos de saúde, tudo bem limpo e organizado.

Para a programação de shows do dia, os organizadores do evento colocam um portal inflável com os nomes, horários e as bandas. O público tira fotos ou até mesmo escreve nos braços os horários das bandas, tudo para não perder o show da banda favorita.

Assisti ótimos shows! Bandas que eu estava ansioso pra ver e comprovaram a minha alta expectativa, como o My Chemical Romance, Fall Out Boy, Strung Out, The Offspring, Pennywise, Motion City Soundtrack, New Found Glory e Bad Religion.

Um verdadeiro hype nos Estados Unidos é a Paramore, banda de “dance punk” que tem o grande diferencial em sua vocalista, Hayley Williams, dona de um grande senso de moda, uma boa atitude e é adorada por todas as meninas. Hayley é uma espécie de Gwen Stefani da nova geração e o show foi uma verdadeira histeria.

4

Outra boa surpresa foi o Pepper, melhor banda de reggae-rock depois do Sublime, tem bom público e fez um show impecável. Assim como o Anberlin, que fez sua estreia na Warped Tour e também em Miami. Um momento muito esperado por mim foi ver o Travis Barker (baterista do Blink-182) tocando com o Tranplants.

Travis Barker do The Transplants durante 2005 Vans Warped Tour

Travis Barker do The Transplants durante 2005 Vans Warped Tour

Do lado do metal os representantes foram Avenged Sevenfold, Norma Jean, Haste The Day, The Chariot, It Dies Today, Throwdown e Killswitch Engage, destaque do show pro guitarrista falando, com voz de robô, que iria exterminar todos os “emo kids” da tour. Hilário!

Dica Volto Segunda

Uma dica pra quem vai assistir essa turnê é estar sempre andando entre os palcos. É muita banda, muito palco, muita atração pra curtir. Se você fica até o fim de um show, está perdendo outro show em outro lugar. As bandas fazem sets de no máximo 30 minutos.

Outra dica é garimpar os produtos das bandas nas tendas. Você encontra CDs dos catálogos das gravadoras por 5 dólares.

A temperatura do verão americano é extenuante. Use roupas leves, coloque protetor solar e beba muita água. Vi muitos adolescentes passando mal por causa do calor.

Mas o importante mesmo é que a diversão é garantida, o público extravasa com as tradicionais “rodas punk” durante os shows e cantam e pulam como se não houvesse amanhã.

6

 

Referência:

http://vanswarpedtour.com

Por Diego Oliveira

Deixe um comentário