VIAGEM À COLÔMBIA: Cartagena e San Andrés

11.04.2016 | Cartagena, Colômbia, Destinos, Explorando as Cidades, San Andrés
IMG_2697

Torre del Reloj, Cartagena

Destinos latinos sempre nos animam porque são recheados de cores, ritmos, sabores e história, e também são ótimos pra relaxar em praias de areias brancas e mar cristalino. Poucas pessoas vêem a Colômbia como parte do Caribe, mas é provavelmente um dos lugares mais caribenhos que já estivemos. Inicialmente pensamos em uma viagem que pudesse unir festa e descanso, cidade e praia, história e integração com a natureza.

Então foi fácil decidir que iríamos para Cartagena e San Andrés, ao invés de conhecer a capital Bogotá, desta vez.

Cartagena de Índias é um lugar mágico e cheio de poesia. Patrimônio Histórico da Humanidade que inspirou Gabriel García Márquez e com certeza vai te inspirar também! A cidade é recheada de vida! Prédios, portas e paredes multi-coloridas, sons por todos os lados, bares, lojas, feirantes, artesanato e infinitas possibilidades para explorar, especialmente para aqueles que gostam de cultura e fotografia! Tudo isso banhado pelo mar do Caribe, que faz com que qualquer pôr do sol seja um espetáculo.

Além disso, Cartagena foi eleita como o segundo destino em alta, segundo o TripAdvisor’s Travellers’ Choice 2016. Só perde para Tulum no México, que conquistou a posição nº 1 no ranking deste ano. E não é por menos que a cidade está no topo da lista de lugares mais incríveis para visitar! Ela é simplesmente chévere*!

*Chévere é uma expressão local que significa: divertido, bacana, muito legal, incrível. 😀

A lista completa dos destinos em alta você confere aqui no TripAdvisor.

IMG_9279

IMG_8886

IMG_8911

IMG_2725

IMG_8921

San Andrés é uma pequena e paradisíaca ilha Caribenha, famosa pelo “Mar de Sete Cores”, pelas suas belezas naturais e vida marinha abundante. É perfeita para quem ama a natureza e gosta de mergulhar. A ilha fica próxima da Jamaica e tem muita influência do reggae. O rei Bob Marley é reverenciado pelos islenhos e as paisagens são de tirar o fôlego, o mar muda de cor a cada segundo, o fundo é cristalino e repleto de espécies raras e corais, não há como não sair de lá energizado, feliz e descansado.

IMG_3353

IMG_3199

Johnny Cay, San Andrés

IMG_0771

IMG_0815

IMG_0802

Conhecemos os dois destinos em 12 dias (6 em Cartagena, 4 em San Andrés, considerando 2 dias inteiros de deslocamento) e garantimos que é uma ótima opção de roteiro cidade-praia, para quem gosta da cultura latina e do Caribe.

Trouxemos muita informação na bagagem, por isso, vamos por partes. Esta semana você vai encontrar um post com os itens que deve levar na mala e outro contando tudo sobre o que fazer de dia em Cartagena.

Além disso, nas próximas semanas, você vai conhecer as experiências gastronômicas que a cidade oferece, lugares imperdíveis de ir à noite, detalhes que você precisa ficar atento, além de moda local, artesanato e onde comprar. E indo mais a fundo também vamos falar sobre os projetos sociais da Colômbia e sobre a espiritualidade do povo. San Andrés vem logo na sequencia. Legal né?

Aproveite e vá curtindo a vibe nesse vídeo lindo onde Carlos Vives (um famoso artista colombiano), ao lado de outros cantores locais, homenageia seu belíssimo país. Aperte o play e divirta-se! >

CARTAGENA DE ÍNDIAS em tópicos:

Língua oficial: espanhol

Localização: cidade da Colômbia, localizada na costa do mar do Caribe.

Quanto tempo é necessário para conhecer: ficamos 6 noites em Cartagena, tempo suficiente para conhecer toda a cidade e retornar nos locais que mais gostamos.

Documentação necessária: brasileiros que viajam a turismo não precisam de visto e nem mesmo passaporte. Podem entrar no país portando apenas identidade com foto atualizada. Fique atento a sua conexão, talvez por isso você necessite do passaporte e da carteira internacional de vacinação contra a febre amarela.

Como chegar: de avião. Infelizmente ainda não existe um voo direto do Brasil até Cartagena. Sempre vai haver uma conexão: que pode ser no Panamá, Lima ou Bogotá. Pode-se fazer uma média de 9 horas de viagem, incluindo uma conexão, saindo de SP. O aeroporto é perto do centro da cidade e o trajeto leva em torno de 15 minutos. Outra forma de chegar até Cartagena é através de cruzeiros, que são bem comuns em alta temporada.

Cias aéreas que fazem o trajeto: Tam / Lan, Copa Airlines e Avianca.

Melhor época para ir: a baixa temporada compreende os meses de abril, setembro e outubro. Os preços são mais convidativos e a cidade não está muito lotada. Já o período de férias, dezembro e janeiro, julho e agosto, costuma ser mais movimentado e com preços mais salgados. As chuvas e os dias nublados aparecem mais entre maio e novembro. No entanto, fomos pra lá em setembro e choveu apenas em uma manhã. Como qualquer lugar do Caribe, as chuvas rápidas e tropicais no fim do dia são comuns.

Clima: faz um calor úmido o ano todo. Média anual é de 27° C, mas a sensação térmica vai bem além disso. Evite passeios ao meio dia, quando a temperatura eleva muito.

Moeda local: peso colombiano. Cartões de crédito são amplamente aceitos. Você pode levar dólares e trocar pela moeda local nas casas de câmbios do centro, onde se encontram as melhores taxas. Vale ressaltar que as taxas de câmbio em aeroportos normalmente não são as mais vantajosas, por isso indicamos que procure as do centro. Evite fazer câmbio com pessoas na rua. Para compras no comércio local, é mais recomendado que se use pesos e alguns estabelecimentos não aceitam dólares.

Onde ficar: existem duas áreas onde se recomenda ficar: Bocagrande e a Cidade Amuralhada. Bocagrande é uma área moderna, com grandes hotéis, melhor custo benefício e próximo das praias, de boas lojas e supermercados. A Cidade Amuralhada é a parte antiga de Cartagena. Tem muitos pontos turísticos, restaurantes legais e comércio local, porém os preços de hospedagem são mais altos e os hotéis mais antigos. Nossa dica é ficar em Bocagrande e ir facilmente ao centro da cidade de táxi, com preços bem justos. Ficamos no Hotel Caribe Cartagena. É ótimo e recomendamos! Outro bairro super cool e charmoso é o Getsemaní. Está dentro da Cidade Amuralhada e é um bairro com boas opções de hospedagem para quem viaja com pouco dinheiro. Existem várias opções mais em conta, como hostels, principalmente na Calle de La Media Luna.

Transporte local: o trânsito é caótico e confuso. Dentro da cidade amuralhada ande a pé e explore cada cantinho dessa bela cidade. Se está fora do centro histórico, pegue um táxi e se possível, negocie antes o preço da corrida. Considere ainda, alugar uma bicicleta, uma maneira econômica e saudável de conhecer a cidade. Ônibus são baratos, porém não muito indicados para circular, pois estão sempre muito cheios e o calorão ainda os torna mais desconfortáveis. Somente utilize se você precisar economizar mesmo!

Segurança: Cartagena é um lugar bem tranquilo, cheio de policiamento. Não há perigo em andar pelas ruas, mesmo à noite. Mas como em qualquer local movimentado e com turistas, tome cuidado com os seus pertences.

Voltagem: 110v e as tomadas de Cartagena normalmente possuem dois pinos chatos. Leve adaptador universal de tomadas.

Fuso horário: -2h de Brasília

Um beijo, Gabi 😉

LEIA MAIS:

PROJETOS SOCIAIS – COLÔMBIA

SPOTS PARA CONECTAR-SE NA COLÔMBIA

CONHECENDO CARTAGENA E SEUS MISTÉRIOS

EXPERIÊNCIAS GASTRONÔMICAS EM CARTAGENA

A NOITE EM CARTAGENA E A MÚSICA COLOMBIANA

ONDE COMPRAR EM CARTAGENA

O IMPERDÍVEL DE CARTAGENA, COLÔMBIA

FAZENDO A MALA: CARTAGENA E SAN ANDRES

INFORMAÇÕES BÁSICAS DE SAN ANDRÉS, COLÔMBIA

SAN ANDRÉS E O MAR DE SETE CORES

GASTRONOMIA EM SAN ANDRÉS

O QUE LEVAR NA MALA E ONDE COMPRAR EM SAN ANDRÉS

O IMPERDÍVEL DE SAN ANDRÉS, COLÔMBIA

Por Gabriela Maldaner

Deixe um comentário

4 comentários em “VIAGEM À COLÔMBIA: Cartagena e San Andrés”

  1. Patrícia disse:

    Boa noite!

    Amei sua explicação é exatamente o roteiro no qual eu quero realizar achei em cheio, bom só estou na duvida da forma como se transportar da Cartagena até San Anrés gostaria de sua ajuda, pois eu estou fazendo meu roteiro como sempre porem sempre fiz para o Brasil e agora é a primeira vez vou pra mais distante, aguardo seu email.

    Obg:

    Patrícia

  2. Vilma guedes disse:

    Boa noite Angélica,as suas informações são ótimas,estamos nos preparando para ir agora em junho.
    O mas certo é eu trocar o dinheiro no aeroporto ou no centro??
    Celular,como fazer pra usar o celular? Preciso comprar um chip ou a minha operadora me explica algo.
    O adaptador que vc mencionou é um beichmin??
    Eu poço levar um ferro de passar??
    Te agradeço e espero pelas respostas.
    Bjs e obrigada pelas dicas.