FAZENDO A MALA: CARTAGENA E SAN ANDRÉS

13.04.2016 | Cartagena, Colômbia, Destinos, Fazendo a Mala, San Andrés

Cartagena é tão demais, que está em segundo lugar na lista de destinos em alta no TripAdvisor’s Travellers’ Choice de 2016. 😉

IMG_9016

IMG_9048

Foi uma das últimas trips que todos nós do Volto Segunda fomos juntos. E desde que conhecemos Cartagena, foi amor à primeira vista! Nos apaixonamos tanto pela cidade que voltaríamos lá mil vezes. San Andrés é outro paraíso, uma ilha perfeita pra relaxar! De paisagem deslumbrante, mar de 7 cores e uma vida marinha impressionante. Passamos momentos incríveis juntos por lá, nos aventuramos mergulhando em alto mar no meio de uma (quase) tempestade e nadamos com as arraias, eu nunca tinha feito isso. Foi demais!  Já estou pronta pra fazer a mala de novo.

image1

Não esqueça que, se você for a Cartagena, vale muuuito planejar uma esticadinha à San Andrés, sem dúvida, faz toda a diferença e você vai fechar com chave de ouro a sua viagem, ou de corais, como preferir, ehehe! 😀

Let’s go?

Fazendo a Mala_Cartagena_San Andres

O que levar na bagagem de mão você encontra aqui e farmacinha básica de viagem aqui. Não deixe de conferir.

Em Cartagena e San Andrés faz um calorão danado! A média anual divulgada é de 27ºC,  mas quando fomos pra lá, fazia muito mais do que isso, e uma sensação térmica de uns 40ºC, ou seja, não é necessário em nenhum período do ano, que você leve casacos ou calças.

Apenas para os voos, Brasil – Cartagena, Cartagena – San Andrés e San Andrés – Brasil, aí sim, é recomendável uma calça confortável, tênis (ou sapatilha) e uma jaqueta jeans ou cardigan para que você não passe frio (e pra quem é super friorento, meias). Mas lembre-se que irá desembarcar no calorão, então tenha uma blusa fresquinha por baixo.

Leve 1 camisa jeans, cambraia, alguma que seja levinha pois ela pode te servir para quebrar qualquer galho desde amarrar na cintura na beira da praia como ” canga “, por cima do biquini, ou como casaquinho.

Em função das altas temperaturas, a gente transpira pra caramba e com isso suja muito as roupas. Então, acima, está exatamente a quantidade de peças que usei lá. Muito shorts, camiseta leve e rasteirinhas, além de chapéu e óculos. E rios de protetor solar!

O calor não dá muita trégua também à noite, então o ideal é usar roupas leves: vestidinhos, blusas soltinhas, shorts e saias. E dá até pra sair de rasteirinha, pois o estilo da maioria dos lugares é informal! Se você é do tipo que não desce do salto, leve apenas 1 sandália de cor neutra (preta, nude ou caramelo), pois certamente vai usar pouco. Além disso, a gente dança muita salsa na noite, caminha muito, e o melhor é estar confortável! Saltos anabelas ou bloco são os melhores, neste caso. Recomendo que não leve salto agulha!

Outra dica é que você leve roupas que possam transitar facilmente do dia para a noite e da praia para os passeios pela cidade. Roupas de cores versáteis e que facilitem o “reaproveitamento” sempre que possível.  A paleta de cores do painel acima está perfeita. E como Cartagena é multicolorida, você vai obter fotos ainda melhores com estes looks. Claro que estampas florais e cores vibrantes são sempre bem vindas em uma mala destinada ao Caribe. Mas como o interessante é não viajar com uma mala muito pesada, recomendo apostar em tons básicos e levar mais cores e estampas somente se sobrar espaço.

Quanto aos acessórios, leve o mínimo possível, algumas peças com pedras coloridas para usar a noite (ou até durante o dia se você é adepta de looks mais elaborados). Com roupas mais neutras é sempre bom jogar uma joia especial como o brinco da Lionette que eu selecionei acima (somente como referência de estilo). No site da marca você encontra inspiração para os acessórios que pode levar. Especialmente em uma viagem, eles ajudam a transformar seu look sem ocupar tanto espaço na mala.

Bolsas à tiracolo ajudam você a deixar as mãos livres, o que é super importante em uma viagem. Não deixe de levar pelo menos uma para usar dia e noite.

Em Cartagena tem muito artesanato, então se você achar mais prático, pode comprar um chapéu Panamá legítimo e uma bolsa wayuu* (ou de praia) por lá mesmo. Assim economiza carregar tantas coisas na ida. Mas esses ítens serão necessários de qualquer forma. Falo mais sobre compras neste post.

*Wayuu: são bolsas super coloridas produzidas artesanalmente pelas tribos wayuu e comercializadas pelas lojas e artesãos nas ruas de Cartagena.

IMG_9251

Dica Volto Segunda

Se você é fã de mergulho, uma dica é que leve seu equipamento pessoal, caso tenha, pois os que locamos por lá nem sempre estão bem higienizados. A maioria dos passeios incluem o fornecimento de equipamento. Mas se preferir, leve o seu na mala. Sapatilhas de mergulho, 2 ou 3 maiôs extras, além dos biquinis (peças inteiras como maiôs são mais confortáveis para atividades aquáticas), pé de pato e snorkeling. Mas só leve mesmo se for super fã ou muito sensível à ” doenças de pele “. Eu não levei e sobrevivi! 😉

Outro item importante de incluir na mala, é um anti-alérgico e algum remédio/pomada para queimaduras de corais. O fundo do mar é repleto deles, e invariavelmente você irá topar com algum, mesmo que não queira. Então consulte seu médico para ter certeza de qual seria o melhor medicamento para você.

Qualquer dúvida não deixe de me escrever abaixo, até mesmo se quiser saber onde encontrar estes ítens.

Você vai amar Cartagena! Boa viagem e até a próxima.

Beijos,

Angélica

LEIA MAIS:

PROJETOS SOCIAIS – COLÔMBIA

ONDE COMPRAR EM CARTAGENA

A NOITE EM CARTAGENA E A MÚSICA COLOMBIANA

EXPERIÊNCIAS GASTRONÔMICAS EM CARTAGENA

CONHECENDO CARTAGENA E SEUS MISTÉRIOS

SPOTS PARA CONECTAR-SE NA COLÔMBIA

VIAGEM A COLÔMBIA: CARTAGENA E SAN ANDRES

O QUE LEVAR NA MALA E ONDE COMPRAR EM SAN ANDRÉS

GASTRONOMIA EM SAN ANDRÉS

SAN ANDRÉS E O MAR DE SETE CORES

INFORMAÇÕES BÁSICAS DE SAN ANDRÉS, COLÔMBIA

Por Angélica Maldaner

Deixe um comentário

12 comentários em “FAZENDO A MALA: CARTAGENA E SAN ANDRÉS”

  1. Bethania Villela disse:

    Excelente o seu post, Angélica! Vou pra Cartagena em julho/agosto e vou pegar muitas dicas aqui nos seus posts!
    Gostaria de saber se vc foi pra Cartagena via Bogotá. Vou fazer conexão lá e fico 2 horas no aeroporto. Será que a altitude da cidade pode ser sentida nesse tempo? Estou preocupava pq me senti mal em altitue de 1770m e Bogotá fica a 2.600m.
    Obrigada se puder me auxiliar tb com a indicação de um hotel em San Andrés e Cartagena?

    Gracias,

    Bethania

    • Olá Bethania tudo bem? Obrigada pelo elogio que bom que está gostando dos posts. Ficamos muito felizes!:D \0/ 😉
      Fomos para Cartagena via Panamá. Mas já estivemos também em Bogotá em outra ocasião, ficamos 4 dias na cidade e mesmo no Cerro (parte mais alta) não sentimos nada diferente em função da altitude, passamos super bem. O único lugar em que estivemos onde a altitude nos atingiu muito e passamos mal, foi em Cusco. Mas Bogotá foi super tranquilo. Esta foi a nossa experiência. Mas cada pessoa reage de um jeito né. Mas acredito que não terás problemas. Em San Andrés ficamos no Hotel Decameron Aquarium (all inclusive) e em Cartagena ficamos no Hotel Caribe Cartagena. Ambos muito bons. Nos nossos posts sobre San Andrés e Cartagena aqui: http://www.voltosegunda.com/site/?s=san+andrés e aqui: http://www.voltosegunda.com/site/?s=cartagena , você encontra detalhes sobre os hotéis que mencionei. Obrigada pela sua visita e se precisar de mais alguma coisa, é só chamar. Nos marque com tag @voltosegunda em suas fotos da viagem, assim podemos acompanhá-la pelas fotos, será um prazer. Volte Sempre. Bjs, Angélica

      • Bethania Villela disse:

        Legal Angélica,

        Está chegando o dia, próxima quarta! Estou checando sua mala e pegando as dicas. Espero que não tema muita chuva nessa época.
        Sobre o que vc falou de corais no mar e a necessidade de algum medicamento, poderia me dizer um pouco mais dessa experiência? Vc se cortou?

        Mais uma perguntinha, onde vc comprou seu chapéu Panamá, em Cartagena?

        Obrigada pela resposta e comentário.

        Bjss

        • Olá querida td bem? Obrigada que bom que está gostando das dicas! Em San Andrés onde fizemos mergulho sim nos queimamos com corais, fomos em 6 pessoas, apenas 2 pessoas tiveram queimadura (não foi corte apenas queimadura), indicam que vc faça “xixi” na queimadura, isso mesmo, dizem que funciona por causa dos ácidos úréia e biliares (não fizemos isso, todavia pode ser um ótimo recurso se vc não tiver outros recursos disponíveis) tbm dá pra cortar um limão ao meio e esfregar nas lesões sem que a casca encoste na pele….mas o melhor, acredito eu, seja deixar a região 10 minutos em água fria corrente (não salgada), colocar gelo para evitar necrose das células que foi o que fizemos. No início é melhor colocar Pantenol ou óleo de buckthorn mar e para evitar a infecção é indicado o uso de qualquer anti-séptico. Miramistin ajuda com a inflamação purulenta. Se após o contato com coral apareceu comichão, é necessário usar Fenistil, ou você pode usar qualquer anti-histamínico para uso exterior ou interior. Para o alívio da dor pode aplicar (Ketorol, analgin) anestésico externo (Anestol) ou interno. Como não somos médicos não podemos indicar que vc se medique assim só pelas nossas indicações, então de repente antes de ir, certifique-se de consultar algum especialista para ver o que é mais indicado pra vc, porque não dá pra brincar com a saúde, o melhor é usar o proposto acima apenas para primeiros socorros. Certo? Mas pelo menos já tens um caminho.
          Meu Panamá comprei em Cartagena.
          Obrigada pela visita e Volte Sempre. 😉 bjs

  2. Claudia Souza disse:

    Olá, gostaria de dicas sobre a vida noturna em Cartagena. E se podemos encontrar brasileiros com frequencia e ter companhia.

    • Olá Cláudia tudo bem??? No link abaixo você encontra todas as dicas sobre a noite em Cartagena:
      http://www.voltosegunda.com/site/a-noite-em-cartagena-colombia/
      Nós encontramos poucos brasileiros, a maioria eram de outras regiões da América Latina, que falavam espanhol, como chilenos, colombianos, etc. Uma dica para facilitar a questão de fazer amigos e ter companhia, é ficar em algum Hostel na região do Getsemaní (um bairro artístico e bohemio), ali concentra-se o maior número de jovens e eles costumam ir para festas juntos. Cartagena é tão festiva e as pessoas são tão receptivas que acredito que não terás problemas. Vc vai amar! Se você buscar por Cartagena na home do blog vão vir todos os posts sobre tudo, dia, noite, compras, gastronomia…e qq duvida é só chamar! Grande abraço, Volte Sempre e boa viagem. 😀

  3. Cláudia disse:

    Olá!!!! Onde posso comprar chapéu Panamá em Cartagena?
    Obrigada. Abraço

    • Aline Maldaner disse:

      Olá Cláudia, tudo bem? Você pode comprar seu chapéu Panamá legítimo na seguinte loja na cidade Amuralhada: Tienda Rincón de Los Estribos, endereço: Callejón de Los Estribos nº 02-78. Além dessa, há outras próximas para dar uma pesquisada em valores. Nas lojas você certamente pagará um pouco mais caro. Os vendedores ambulantes também oferecem esse artigo e dá para barganhar com eles, não dá para ter certeza que o chapéu é legítimo, mas são lindos de qualquer forma. Se tiver interesse aqui temos mais dicas de compras: http://www.voltosegunda.com/site/ondecompraremcartagena/ Cartagena é demais, você vai se apaixonar! Boa viagem! Um abração, Aline

  4. EDNA disse:

    As dicas de vcs são fantásticas. Vou para Cartagena em Setembro e gostaria de saber qto devo levar de grana.

    Fico no aguardo,

    Obrigada.

    • Olá Edna tudo bem? Ficamos muito felizes com seu elogio, nos motiva muito a continuar escrevendo dicas bacanas pra quem ama viajar como a gente! A quantia de grana a levar é bem relativa, depende de quantos dias vc irá ficar, se seu hotel inclui café da manhã, ou se é all inclusive, se vc pretende ir a algum restaurante mais TOP ou não….se pretende fazer passeios de barco a ilhas, nos dá uma luz do seu itinerário que te falamos aproximadamente quanto será legal vc levar (a partir da nossa experiência)….obrigada pelo carinho e aguardamos beijos da galera do VS 😀

  5. Roberta disse:

    Angelica, adorei suas dicas – PARABÉNS!!!!!

    Vou aproveitar muita coisa para minha viagem.

    Minha duvida – você lembra o nome da pomada para queimadura de corais?

    Obrigada,

    Roberta

    • Olá Roberta! Td bem? Que bom que gostou das dicas, ficamos felizes em ajudar. Nos leva na mala? ahahahaha saudades da Colômbia! Você pode usar a pomada antibiótica Nebacetin. Esta pomada é boa de levar em viagens, pois serve para muita coisa. Mas se os ferimentos com corais forem mais profundos é possível que tenhas que usar um antibiótico via oral (como Cefalexina). Indicamos que, antes de viajar, vc consulte um dermatologista para lhe receitar o medicamento mais correto e vc poder ir tranquila. Como há muitos corais no mar da Colômbia é sempre bom prevenir. Caso você seja ferida, tens que seguir uns passinhos básicos:
      1. Amenize a dor mantendo a região afetada dentro da água fria. Coral arde mesmo!
      2. Passe vinagre no ferimento logo que sair da água para evitar uma infecção maior. Ele evita o disparo de nematocistos, que são tóxicos, por isso coloque o vinagre antes de lavar com água doce e sabão.
      3. Lave com sabão líquido antibacteriano (antisséptico) e água doce até retirar os pedaços de coral e a poeira do carbonato de cálcio presente neles que facilitam a entrada de bactérias. Assim ajuda a não infeccionar.
      4. Não é necessário fazer um curativo. Depois de limpar, mantenha o ferimento aberto e evite movimentos bruscos.
      5. Consulte um médico o quanto antes para saber que pomada passar ou, se o ferimento for mais grave, como tratar e que antibiótico tomar. Ir ao médico ou em uma emergência em países estrangeiros pode ser uma aventura (a gente não domina o idioma, e pode ser perigoso) , portanto, já previna e vá aqui mesmo no Brasil…
      Você já viu nossa sugestão de farmacinha básica de viagem?
      Aqui no link: http://www.voltosegunda.com/site/fazendo-a-mala-o-que-voce-nao-pode-esquecer/
      Esperamos ter ajudado e qualquer coisa nos chama!
      Volte Sempre 😀
      Um abração da Equipe do Volto Segunda